Espaços de trabalho: Qual se encaixa melhor com sua empresa?

 em Empreendedorismo

Você possui uma startup, uma pequena empresa, ou é um profissional liberal; os negócios começam a decolar e junto com isso vem aquela dúvida do que seria melhor para o seu negócio nesse atual momento: fazer um Home Office, em um  Coworking ou investir em um escritório próprio? Conheça mais sobre esses espaços de trabalho e veja qual se encaixa melhor com você!


Home-Office



Home Office é uma expressão inglesa que significa “escritório em casa”, esta modalidade de trabalho é normalmente usada por trabalhadores independentes, também conhecidos como freelancers. É recomendado para pessoas que estão começando e ainda não podem ou não querem assumir custos de ter um escritório.

Para o home-office funcionar é importante criar uma rotina, ter um espaço específico para o trabalho, definir os horários para separar minimamente as atividades do dia-a-dia da casa e do seu trabalho; essas são atitudes que te ajudam a melhorar a produtividade.

Vantagens: Custos bastante reduzidos, o conforto de trabalhar em casa e não ter que perder tempo se deslocando até o escritório; não existe preocupação com vestimenta, a não ser quando for receber um cliente. E também tem a vantagem de ficar mais próximo dos seus familiares.

Desvantagens: Existe uma facilidade maior para se desconcentrar, e a vida pessoal e a vida profissional podem acabar se misturando; isso pode acabar reduzindo drasticamente sua produtividade.


Coworking



É um modelo de trabalho que se baseia no compartilhamento de espaço e dos recursos de escritório, podendo reunir diferentes profissionais e empresas; e os postos podem ser fixos ou móveis (você pode sentar em um lugar diferente a cada dia).

É aconselhável para profissionais que trabalham sozinhos ou empresas que são formadas por um time pequeno, que gostariam de ter um espaço para realizar seus trabalhos; mas não possui capital para investir em um escritório próprio.

Vantagens: Os custos são bastante reduzidos, o usuário paga uma mensalidade e já tem direito a várias vantagens que geralmente inclui: Internet de alta velocidade, salas de reunião, segurança; recepcionista, ambiente sofisticado e design corporativo, entre outros serviços.

Também é ótimo para criar networking, pois nesse ambiente é possível conhecer pessoas de várias idades, profissões e projetos, e isso te impulsiona a trabalhar em ritmo acelerado, produzir mais; e até mesmo a atuar em novos projetos e novas atividades. Alguns espaços de coworking promovem cursos, palestras e workshops, o que incentiva os seus usuários a criar; acelerar e impulsionar novos projetos.

Desvantagens: O coworking não é recomendável pra quem está desenvolvendo um projeto ultra-secreto. Afinal você estará ao lado de pessoas que (ainda) não conhece. Alguns tipos de negócios necessitam de privacidade e confidencialidade que um coworking e escritório compartilhado não podem oferecer.

As vezes você tem que entrar em um processo que exige concentração pra realizar uma tarefa e a empresa ao seu lado está fazendo um brainstorm e acaba te atrapalhando; ou pode ser até mesmo uma simples reunião via skype que vai ser prejudicada pelo ruido do ambiente.

Claro que existe a possibilidade de usar da sala de reunião para fazer brainstorm ou para se concentrar; mas usar esse recurso com muita frequência pode sair caro, já que o uso da sala de reunião geralmente é cobrada por hora.


Escritório próprio:


É o seu espaço, montado da forma como você achar melhor e que segue sua dinâmica de trabalho. É recomendado para quem já tem um faturamento mínimo que justifique o custo fixo de manutenção do escritório.

Vantagens: Privacidade, proporciona um ar mais profissional e a possibilidade de aumentar seu time e alterar o espaço conforme as necessidades.

Desvantagens: Das três opções, a que demanda mais investimento com certeza é o escritório próprio, por isso não é recomendável para quem não possui um fluxo de caixa montado.

Em relação a custos, é difícil estabelecer os custos básicos para o funcionamento de um Home-Office, mas abaixo tem uma tabela comparativa dos custos de um coworking e um escritório próprio que foi produzida pelo pelo CWK.

tabela de preços

E aí, qual a melhor opção para você e seu negócio? Ficou com alguma dúvida? Deixe seu recado nos comentários e até a próxima postagem!

Postagens Recentes
Vamos conversar?

Em breve um de nossos consultores entrará em contato.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt